Archive for the ‘Dica’ Category

Acesso Samba via Firefox em Linux

9 Novembro 2009

Para aceder a uma partilha samba em Linux pode-se recorrer ao comando  mount.smbfs, ou de uma forma mais simples, aceder através do Firefox.

Para aceder via Firefox basta colocar o url no browser a começar por smb://, por exemplo smb://192.168.0.2/partilha.

O Firefox interpreta a partilha samba e disponibiliza uma página com as pastas, como faz para um servidor de ftp, mais simples era difícil 🙂

Fonte : O meu vizinho na EFACEC

Anúncios

Word 2007 no Vista não consegue abrir ficheiros

23 Outubro 2009

Pela segunda vez o Microsoft Word 2007,  sobre o sistema operativo Windows Vista deixou de funcionar. Tentas abrir um documento o tipo não responde, ficas a olhar para interface e o tipo nada …

A solução passa por eliminar uma pasta no registo do windows :

HKEY_CURRENT_USER>Software>Microsoft>Office>12.0>Word>Data

A pasta é criada de novo ao reiniciar a aplicação.

Fonte

DDD : watchpoint, observar uma variável

5 Julho 2009

Para quem não conhece o ddd, data display debugger, é um front end ao debugger do gdb, gnu data debugger, uma ferramenta para conseguir vasculhar o programa enquanto ele corre, para facilitar a vida a quem programa e detectar os bugs de uma forma mais fácil.

Uma funcionalidade que desconhecia como usar é o watchpoint, monitorizas uma variável e, quando ela mudar, o programa pára e mostra em que ponto do programa te encontras.
A funcionalidade é ideal para quando uma variável toma uma valor que tu não fazes ideia como lá foi parar, colocas um watchpoint, quando a variável mudar o programa pára e dá para ver quem mexeu …

Eu prefiro a linha de comandos à GUI, por isso isto é feito através da linha de comandos que geralmente está por baixo do código, senão Alt-1 e fica activa.

Em primeiro lugar colocar um breakpoint numa linha que a variável seja utilizada,

br FicheiroExemplo.cpp:123

depois, a parte complicada que pode não estar descrita da melhor forma … ainda usei esta funcionalidade poucas vezes. Imprimir o endereço da variável

print &(your_variable)

e activar a monitorização da variável, com o comando

watch *$

Após estes simples comandos sempre que a variável mudar a execução do programa pára para se poder analisar. Normalmente não só te interessa ver quem mudou mas também todas as funções responsáveis por essa alteração, as chamadas recursivas de funções, para isso existe o comando

backtrace

que imprime as funções que foram chamadas até ocorrer aquela instrução, ideal para observar a linha de execução do programa.

Eu aprendi esta funcionalidade através da ajuda do utilizador volodya no canal do irc gdb.freenode.net, e está explicado em inglês neste post.

OpenOffice : calcular diferença entre datas em segundos

2 Maio 2009

Quem trabalha com datas em Linux, chega a uma altura que precisa de saber a que data corresponde um determinado número de segundos após uma data conhecida, normalmente conhecida como Epoch, 1970-01-01,  para ser mais preciso.

No meu caso,  a data de referência era outra mas o problema era o mesmo. Normalmente é utilizado o oocalc, a folha de cálculo do openoffice, para determinar estes valores : é mais fácil do que fazer as contas de cabeça …

Assumindo que os segundos se encontram na célula A1 e que o data de referência é 2001-01-01, a fórmula é :

=A1/86400+DATA(2001;1;1)

O número 86400 corresponde ao número de segundos num dia. Fácil não é 😀

Fonte

Basket

23 Abril 2009

Já escrevi sobre uma aplicação que utilizava como organizador de notas, o Zim, basicamente era uma wiki pessoal.

A organização dos artigos deixava algo desejar, não conseguia estruturar a informação como queria e não facilitava a separação visual dos vários apontamentos que iam surgindo.

Apôs uma nova pesquisa encontrei a palavra chave para o que estava à procura notetaking, e o problema é encontrar a palavra porque depois o google e a wikipedia resolvem o assunto na maioria dos casos.

Através da wikipédia cheguei a uma lista que compara programas com o intuito de facilitar a retirada de notas e apontamentos para suporte electrónico, descobri que o google têm um programa e melhor ainda descobri o basket.

Screenshot do Basket

Screenshot do Basket

O basket é uma aplicação desenvolvida para o kde mas um apt-get instala-a no gnome. O conceito é fácil, tens cestos e lá colocas a informação que pretendes guardar, inclusive outros cestos.

Mantêm uma estrutura hierárquica e permite colocar icons e estilos de texto nas notas para melhorar a sua identificação.

Ainda não conseguiu desistir do papel, nada que chegue aquele rascunho mal feito que toda a gente percebe o que é … de uma forma diferente de todos e muito menos a que tu querias mas melhora muito a organização de notas soltas que preenche o dia a dia.

Desenho cooperativo

11 Janeiro 2009

Se uma imagem vale mais do que mil palavras imagina um desenho feito por mais do que uma pessoa 😀

Por vezes a melhor forma de explicar algo é por um esquema, simples e eficaz, agora quando ambos os interlocutores apenas se encontram ligados pela internet, dá muito jeito que ambos consigam discutir os detalhes em tempo real.

Para ajudar existe o sítio twiddla onde podes criar uma sessão fazer um desenho e enviar o link para outros poderem editar e comentar.

Criar uma máquina virtual a partir de um disco rígido

23 Novembro 2008

Na empresa um dos servidores foi-se, uma máquina antiga com meia dúzia de servidores, svn, wiki, bla bla, mas o disco ficou OK.

A maioria dos serviços foram migrados para o servidor de desenvolvimento mas uma das aplicações estava desenvolvida sobre a versão 4.0 do php, a sua migração é mais complicada devido à incompatibilidade entre a versão 5.0 e 4.0 do php, descontinuação total.

A solução empregue foi a construção de uma máquina virtual a partir de todo o conteúdo do disco rígido, algo bem mais simples do que parece.

É necessário ter instalado o software qemu-img e o comando é :

# qemu-img convert -f raw /dev/hdc -O vmdk external_disk/boot.vmdk

O /dev/hdc corresponde ao device do disco a ser copiado e boot.vmdk será o ficheiro que contêm o disco da máquina virtual. O qemu-img compacta o disco virtual, o espaço livre no disco não irá ser criado no disco da máquina virtual, dimínuindo o tamanho do ficheiro final.

O qemu-img não devolve informação sobre o progresso de construção do ficheiro. Para facilitar a percepção de como está a decorrer a construção do ficheiro pode-se utilizar o seguinte comando :

$ watch -n 10 “ls -lh ~/external_disk/bot.img”

O comando watch executa o comando que lhe é passado como argumento numa cadência configurável, neste caso de 10 em 10 segundos, assim dava para ir sabendo qual era o tamanho do ficheiro criado, um disco de 250 Gb gerou uma imagem de 67 Gb.

Apôs ter o disco é necessário criar o ficheiro de configuração para a máquina virtual, no meu caso utilizei o sítio easyvmx, coloquei as especificações relativas à distribuição linux que a máquina tinha e foi arrancar.

Neste caso a máquina não arrancou logo à primeira, devido às configurações internas da máquina, como os discos eram representados para o sistema operativo, através de umas pequenas alterações e o servidor estava em funcionamento.

Referências

Como instalar um servidor de ftp

23 Agosto 2008

Aqui vai a minha experiência de instalação de um servidor de ftp no Ubuntu 08.04.

O servidor escolhido foi o proftpd, um simples apt-get e a instalação está concluída.

$ sudo apt-get install proftpd

já é possível aceder ao servidor de ftp com a conta do nosso utilizador do ubuntu. Este passo é o principal, acabamos de instalar o servidor e numa rede interna já é possível utilizar todas as funcionalidades, agora o problema é colocá-lo numa rede externa …

A ideia era ir ao router redireccionar o tráfego da porta 22, o serviço ftp, para a máquina que têm o servidor, algo que não aconteceu. O router (2700HGV-2 Gateway) têm essa opção mas não estava a funcionar, vi em fóruns pessoal a queixar-se do mesmo e então coloquei a máquina numa DMZ, pelo menos para já.

Divulgar o endereço de IP para acederem ao servidor não é de fácil de memorizar, por isso criei um dynamic dns, para ser mais fácil de memorar e não precisar de andar a comunicar o novo IP sempre que este fosse renovado.

Optei pelo o serviço Free DNS, grátis, posso escolher o domínio e com um método de fácil actualização de IP, recomendo.

O último passo passou pelo registo de um utilizador no servidor ftp, optei pela ferramenta gproftpd, uma aplicação simples que manipula os ficheiros de configuração do serviço.

Esposende : Sons de Verão

17 Agosto 2008

As férias estão a terminar 😥 (por agora 😉 )

Só para avisar que vai estar em Esposende :

  • Pedro Khima ( 19/08 )
  • Perfume ( 20/08 )
  • David Fonseca ( 21/08 )
  • Clã ( 22/08 )
  • Pedro Abrunhosa ( 23/08 )

A entrada é gratuita e os concertos começam às 22h. Eu Vou 🙂

Mais informações : Portal de Turismo de Esposende

Guardar texto de uma linha de comandos

5 Agosto 2008

Por vezes é necessário guardar o output de programas da linhas de comandos, ou guardar o histórico da execução de comandos para depois fazer um tutorial ou ficar como referência.

A consola xterm em Linux permite guardar todo o conteúdo num ficheiro, para activar apenas é necessário carregar em control e com o botão do rato esquerdo seleccionar Log to File, automaticamente é criado um ficheiro onde será guardada toda a informação impressa na consola.