blockdiag no Ubuntu 13.04

8 Maio 2013

O objectivo é instalar blockdiag para fazer a representação de diagramas de blocos de uma forma textual, algo parecido com o graphviz mas orientado para diagramas de blocos.

Ao instalar

 ap-get install blockdiag

no Ubuntu 13.04 deu erro ao executar, o instalador não faz a validação das dependências e não instala Python Image Library (PIL).

Apôs instalar o PIL com a ferramenta easy_install não fica com o suporte para as funcionalidades necessárias pelo blockgiag …

Para resolver o problema da instalação do PIL, existe um artigo :)

Algumas correcções ao artigo, os links simbólicos (ln -s) mudaram, agora são:

sudo ln -s /usr/lib/i386-linux-gnu/libjpeg.so /usr/lib/
sudo ln -s /usr/lib/i386-linux-gnu/libfreetype.so /usr/lib/
sudo ln -s /usr/lib/i386-linux-gnu/libz.so /usr/lib/

Para fazer a remoção do PIL caso este já esteja instalado é com

 sudo pip uninstall PIL

Ao instalar, executando

sudo pip install PIL

ele deve fazer a compilação do programa e no fim imprime um resumo, lá indica que funcionalidades suporta:

--------------------------------------------------------------------
PIL 1.1.7 SETUP SUMMARY
--------------------------------------------------------------------
version       1.1.7
platform      linux2 2.7.4 (default, Apr 19 2013, 18:32:33)
[GCC 4.7.3]
--------------------------------------------------------------------
*** TKINTER support not available (Tcl/Tk 8.5 libraries needed)
--- JPEG support available
--- ZLIB (PNG/ZIP) support available
--- FREETYPE2 support available
*** LITTLECMS support not available
--------------------------------------------------------------------

No fim disto é só criar um ficheiro de texto com o código correspondente ao diagrama e executar o comando:

blockdiag block.diag -T png -o block.png

Quanto tempo se deve investir a optimizar uma tarefa

29 Abril 2013

As maiores Super Gruas do Mundo

15 Dezembro 2012

Num artigo apresentam as maiores super gruas do mundo, com uma apresentação de dispositivos esclarecedora das suas capacidades.

Image de uma Super Grua

 

Ubuntu 11.04 e a syntax highlight do gvim

21 Abril 2011

Com a instalação do Ubuntu 11.04, versão beta, surgiram alguns problemas, um deles relacionado com o gvim.

A opção de syntax highlight não ficava activa e não me era possível seleccionar no menu …

Através da edição dos ficheiros de configuração, ~/.vimrc e ~/.gvimrc, verifiquei que a variável runtimepath continha uma ligação para /usr/share/vim/vim72 quando esta deveria ser /usr/share/vim/vim73.

Com a substituição da variável o problema deixou de se manifestar.

Software para desenho de diagramas

1 Fevereiro 2011

Normalmente a aplicação recomendada para fazer diagramas em Linux é o Dia. Simples, uma interface intuitiva e com um bom conjunto de elementos gráficos para a construção de diagramas. O problema do Dia é que as suas características mantém-se à muito tempo, não que isto seja mau, mas não evoluiu com as formas geométricas nem com os objectos disponíveis, tornou-se boa mas não tão agradável para ilustrações que se pretende cativar com o visual.

Andei a ver alternativas e aqui fica um resumo do que apareceu.

O Inkscape é um programa para desenho vectorial, dá para fazer uns diagramas engraçados mas não produz os efeitos “out of the box”, é necessário algumas qualidades artísticas … não abundam para estes lados.

O yEd possuí algumas características interessantes, efeitos com pinta, possibilidade de organização dos diagramas e um montão de opções.

Ainda utilizo o LaTex de vez em quando, apresentações da Universidade ou artigos, fica porreiro :), para o LaTex encontrei o latexdraw e outro que neste momento não o encontro … (entretanto encontrei :) é o ipe)

Um programa mais focado no desenvolvimento de diagramas relativo a interfaces gráficas, mas expansível com outras paletes de imagens é o Pencil skectching da Mozilla, que permite correr como uma extensão do firefox ou como uma aplicação independente.

Ok, assim já dá para memorizar com que programas dá para fazer uns rascunhos :)

Momentos

10 Dezembro 2010

Recebido por email :

“Nuno Rocha está de parabéns com esta curta metragem de grande qualidade.
Numa noite normal com o passado largado da memória, um homem reencontra, no lugar a que chama casa, lembranças de um tempo que viveu.
Fragmentos de pura felicidade e instantes de sublime partilha, surgem como apontamentos de esperança de um presente que não voltará a ser o mesmo.”

 

Obrigado Liliana :)

Um novo post …

8 Agosto 2010

A vontade de escreve não tem sido muita, outros assuntos tornam-se prioritários à actualização do meu espaço, algo comum que com o tempo se torna num monte de coisas dispersas que simplesmente se arrumam para um canto. O objectivo deste blogue não era ser mais um sítio com coisas desactualizadas, ou simplesmente mortas, que alguém escreveu e agora não consegue dar continuidade, apenas o meu espaço onde escrevia algo de vez em quando, quando começou o objectivo era uma vez por semana … existem meses de intervalo entre alguns textos …

Existem textos para ser escritos e interesses para ser documentados, mas têm sido constantemente adiados e não irá ser hoje que a casa será arrumada.

Este texto apenas vêm encurtar o tempo entre os textos do blogue e para deixar uma marca para dizer que ainda respiro  :)

Arte em Peças : Paredes de Coura

3 Junho 2010

Poster do Arte em Peças

Apareçam, não custa nada :D

O que nos motiva …

28 Maio 2010

Uma questão sempre pertinente, para quem tem um trabalho, ainda mais se possuir uma carga mental elevada …

Uma explicação em vídeo muito interessante, e no mesmo canal existem outros vídeos interessantes, aconselho.

Originalmente visto num link no facebook … mas não sei quem foi o autor :-/

A ida a Billund : o meu relato

14 Abril 2010

Tudo tem inicio à muito tempo, a organização do evento, o câmbio das coroas, a preparação do merendeiro … aqui fica um resumo do que se passou a partir do dia D.

Quinta-feira, 1 de Abril de 2010 e estou eu a caminho da estação de Metro de Pedro Hispano, e já um pouco atrasado. Depois de carregar no autocarro os mantimentos, mines, os tremoços, amendoins, arranca-se com o destino marcado : Billund.

O objectivo, dormir durante a noite, para dia estar à treta … o pessoal optou por começar a falar logo de noite, assim poupava-se tempo, não fosse as horas de viagem serem poucas (+- 35h) para por a conversa em dia :P
Deu para nos cruzarmos com um grupo de estudantes que vinham das férias da páscoa, que fizeram uma cara não muito normal quando lhes respondemos que o nosso destino era a Dinamarca :)

Era dia, parados para comer qualquer coisa e já estávamos à entrada de França, sempre a andar até chegar ao ponto de dormida.

Nos arredores de Paris, a vontade era comum, pousar malas e dar um salto até o centro. Lá fomos de Metro, uma complicação para comprar os bilhetes, a pressa era muita e apenas uma máquina @#£€%§ !!!
Foi possível ver a Torre Eiffel, o Arco do Triunfo e andar sempre a correr para chegar ao Metro antes dele fechar … que na realidade fechava uma hora depois do que se pensava :-/

Bota caminho, e à que parar numa estação de serviço para almoçar. Algo tão simples como almoçar, torna-se logo num filme. Somos avisados por uns tugas, claro, estes foram presença habitual em todos os locais, que uma personagem estava lá para roubar o pessoal. Tudo atento e pronto a entrar em acção caso necessário, o tipo acabou por bazar. Não posso deixar passar ao lado o facto de um motorista de camião me ter explicado o funcionamento de um atrelado de transporte de vidro.

E bota a caminho da bélgica :)

Depois foi atravessar a Alemanha e quando demos por ela, era noite, num sítio escuro com pouca iluminação e alguém diz … é Billund.

Chegada aos Bungalows com a recepção calorosa da Tânia :)

Arrumar as tralhas no Bungalow, comer algo e caminha porque amanhã é dia de LEGOLand :D

Aqui muito tinha que ser dito, foi um dia espectacular, apenas um pouco manchado pela chuva que caiu de manhã. Se a zona Miniland dá para encher os olhos com LEGO as restantes diversões são simplesmente a cereja em cima do bolo. Há para todos os gostos e para ter uma noção da diversão que foi basta dar uma volta pelas muitas fotos por lá tiradas.


Bota para o Bungalow, para comer um distinto jantar feito pela nossa querida Lara, que nos tirou a barriga de misérias :D

Copenhaga cá vamos nós, para ter uma visão geral da cidade nada como entrar no autocarro turístico e dar uma volta. Sabe a pouco, porque existe muito para ver. Contentamos-nos com a passagem por alguns locais, um chocolate quente/irish coffe num café e a passagem por algumas lojas para comprar umas recordações ou t-shirts.

LEGO cá vamos nós :D


Visita à fábrica de injecção das peças, da embalagem dos sets, e por fim o Museu e o Vault. As fábricas são impressionantes, constroem-se exércitos num espaço de horas, peças movimentam-se de um lado para o outro, praticamente tudo automático e sempre muito coordenado.
O museu possui um registo da história da LEGO, e um guestbook que a Comunidade 0937 fez questão de deixar a marca :)
O Vault possui um espírito próprio, que marca quem o visita, cada um que se manifeste :)

Bota para a sala comum porque ia começar a festa. Começamos por ter a companhia do Jan Bayer e da sua esposa. Entretanto chegaram a Mel Caddick, o Jamie Berard e o Pierre Normandin. Depois foi a vez do Tormod Askildsen e o Peter, novo membro da equipa LCD.
Por fim chegaram a Megan Rothrock, o Mark Stafford e o Joe Meno.


Deu para estar umas boas horas a falar, a tentar saber mais detalhes sobre a LEGO e talvez novidades … talvez os sets technic de 2011 … talvez se houvesse mais mines :-/ :D

Último dia em Billund :’( mas à que acabar em grande.

Recebemos a visita da Rosário Costa. Uma pequena reunião com direito a algumas respostas e deixar um convite da parte da comunidade para um encontro mais prolongado.

Depois, um pequeno grupo de resistentes resolve enfrentar o parque aquáticoda lalandia, e que aventura :D

Nada como umas descidas num escorregão, umas horas no jacuzzi e uma passagem pela sauna.
Depois jantar e participar na animação do centro comercial, tuga têm que distribuir boa disposição por onde passa.

E lá deixamos Billund com saudade :’)

Na volta, em França chegamos cedo ao hotel, onde foi possível dar um volta pelas redondezas. Uma pausa para aceder ao fórum para ver como andava o ambiente,  para matar saudades :)

Daí até chegar a casa foi um instante, sempre com muita conversa e boa disposição.

Aqui está um pequeno (+-) resumo do que à para contar, pelo menos do que eu passei. Não estão todos os momentos mas penso que estes dão uma noção do que é que se passou.

À que agradecer ao pessoal todo que embarcou nesta aventura e que a tornou possível, a primeira viagem da comunidade.

Se chegaram aqui são corajosos :)

Ainda existem muitas fotos e vídeos que não estão disponíveis mas não faltará muito para estar tudo na conta da comunidade e terem uma percepção, pequena, do que se passou por lá. Quando se fizer upload das fotos eu coloco aqui os links.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.